Município de Seia

 

 

 

        VILLE DE DOMFRONT

donfront

ps       

     1ª Revisão ao PDM
pdm


 

arus 




sig

gae


canil 

 seia empreende


 

 

 

 

 

 medicamentosnatalidade

 

 

 

 

  blvs
 

 

Error: No articles to display

 

 

 

 

rbems


     

Estudo do OMD revela retorno económico de 600 mil euros

A Escola Superior de Turismo e Hotelaria, através do seu observatório, revelou que a edição de 2016 do evento Oh Meu Deus (OMD) – Ultra Trail Serra da Estrela teve um retorno económico direto para a região na ordem dos 600 mil euros. A divulgação destes dados aconteceu no âmbito da conferência de imprensa promovida pela autarquia senense, no dia 10 de maio, onde também foram apresentados outros eventos considerados estratégicos para a valorização e posicionamento do território no turismo de aventura e de natureza, como o Granfondo Serra da Estrela e a Maratona BTT Serra da Estrela – Seia.

O estudo de impacto teve por base 142 inquéritos realizados a participantes portugueses, entre 23 de junho e 26 de setembro, cujas respostas permitiram chegar ao volume total de negócios de 600 mil euros de impacto direto, valor justificado nos gastos com alojamento, alimentação, lembranças, transportes, distrações, entre outros. Esta investigação permitiu, ainda, estabelecer um perfil do público praticante, evidenciando que 85% são do género masculino, 74% tem mais de 30 anos e, na sua generalidade, são provenientes de Lisboa e do Porto, viajam em grupo e pertencem à classe média, média alta e alta.

Para a autarquia, este estudo vem acreditar a aposta neste tipo de iniciativas, sendo claro que só nestes três eventos, onde participam mais de 1500 pessoas (mais os acompanhantes), se estima que o retorno direto seja de milhões para a economia local, sendo portanto importante replicar, no futuro, esta análise a outros eventos de relevante importância para o concelho.

Eventos desportivos potenciam turismo na serra da Estrela
A propósito dos eventos desportivos, o Presidente da Câmara Municipal de Seia, Filipe Camelo, evidenciou, na altura, as mais-valias destas iniciativas para o território, que em conjunto com outros eventos e políticas municipais, têm permitido combater a sazonalidade e potenciar a marca serra da Estrela. Destacou ainda o trabalho desenvolvido em conjunto com a autarquia de Manteigas e o Turismo do Centro Portugal, entidades promotoras do Granfondo Serra da Estrela, frisando que “somos mais fortes se unirmos os nossos esforços”.
José Biscaia, Presidente da Câmara Municipal de Manteigas, enalteceu as enormes potencialidades da serra da Estrela, em especial no setor do turismo, referindo-se à montanha como um “grande templo de natureza”. A serra da Estrela é “a rainha dos eventos desportivos”, afirmou, sendo a promoção destas iniciativas também uma oportunidade de divulgação para o próprio território.

António Queiroz, da empresa Ultraspirit, deu especial ênfase às “grandes emoções” e “experiências” associadas ao Granfondo Serra da Estrela, pelo facto de se realizar na serra da Estrela, afirmando que é o “único destino que oferece estas condições em Portugal”. Cumprindo a rotatividade que lhe está subjacente, este ano o evento de cicloturismo realiza-se no dia 9 de julho e terá início na vila de Manteigas, constituindo Seia um marco importante deste desafio, enquadrando a passagem de todos os participantes, antes de percorrerem a espetacular vertente sul da serra da Estrela, na ascensão final ao Alto da Torre. A dois meses do evento, esta 4ª edição, conta com já com 1000 inscrições.

O OMD 2017 decorre em Seia, de 9 a 11 de junho, e é composto por cinco distâncias com diferentes níveis de dificuldade (T 20+, T 40+, UT 70+, UT 100+ e UT160+). Paulo Garcia, organizador da prova de ultra trail, referiu que muito embora tenha estabelecido para a edição de 2017 uma meta de 1000 participantes, dado o elevado número de provas existentes atualmente em Portugal, as inscrições situar-se-ão na ordem dos 500, frisando o facto de já estarem inscritos 16 nacionalidades distintas. Destacou, a este respeito, o incremento de participantes do concelho, situando-se atualmente nos 30. O trail run é um dos desportos mais democráticos, que “vai dos 18 aos 80 anos de idade”, referiu, constituindo-se como uma prova de endurance, pois “fazemos maratonismo”, “visitando os locais mais emblemáticos da serra da Estrela”, concluiu.

O Presidente do Clube de BTT de Seia, Filipe Almeida, finalizou o leque de apresentações com a Maratona Aldeias de Montanha (Seia) / Taça de Portugal XCM, que irá ter lugar no dia 30 de julho. A Maratona de Seia XCM 2017 é promovida em parceria com o Município de Seia e a Federação Portuguesa de Ciclismo e contempla uma maratona de 90km, um percurso feminino de 75km e uma meia maratona com 45km.

 

O terceiro dia da Semana do Turismo ficou ainda marcado pela realização da 4ª conferência da Estrela, uma organização da Associação Geopark Estrela. Dedicada ao turismo, desafios e oportunidades, a conferência teve como oradores, Catarina Vieira, da casa de campo “Chão do Rio”, e Maria Manuel, da casa de campo “Casas da Lapa”, dois bons exemplos de empreendedorismo sediados no concelho. Integraram ainda o painel Célia Gonçalves, da Associação de Desenvolvimento Integrado da Rede das Aldeias de Montanha (ADIRAM), e Gisela Firmino, da Associação Geopark Estrela.

     artisboletim             

 

cineecoclimadapt

loja poupanca

 

 

 

Desenvolvido por: Mixlife

Município de Seia - Largo Dr. António Borges Pires, 6270-494 Seia
Tel.: 238 310 230